Desvendando as Cochonilhas

As cochonilhas são pequenos insetos, medindo entre 0,3 – 0,6 mm de comprimento. Quem cultiva em casa (ornamentais ou comestíveis) já deve ter se deparado com alguma de suas espécies. Geralmente, elas são mais presentes nas estações da primavera e verão. Existem diversos tipos, quais, por exemplo, podem ser recobertos por escamas ou cera ou não terem qualquer tipo de revestimento.

Estas pragas são classificadas como sugadores, pois têm a habilidade de sugar a seiva das plantas, causando enfraquecimento, subdesenvolvimento e, dependendo da intensidade da infestação, morte.

As espécies recobertas por escamas são chamadas de cochonilhas de carapaça, quais se tornam sésseis (imóveis) quando estabelecidas, formando colônias. Elas atacam folhas, frutos e ramos e são mais frequentes em arbustos e árvores, ou seja, a maioria das ervas e hortaliças não são frequentemente atacadas por estas pragas. São mais difíceis de serem combatidas, pois sua carapaça acaba impossibilitando a penetração do inseticida.

Cochonilha de carapaça ©Sabor de Fazenda

Cochonilha de carapaça ©Sabor de Fazenda

Já as cochonilhas sem carapaça (ou sem escama) são mais suscetíveis a inseticidas e mais fáceis de serem combatidas. As mais comuns possuem a coloração branca. Elas atacam hastes e folhas novas, atrofiando a planta infestada.

Agora o mais importante, como deixar estes bichos longe da horta?

Já falamos diversas vezes aqui, uma planta sadia e submetida a condições ambientais favoráveis, como luminosidade e umidade, não apresenta infestações, ou seja, poderá apresentar alguma praga ou doença, porém em baixa intensidade. Portanto, o primeiro passo é olhar se os cuidados e ambiente são adequados.

Para combater uma infestação de cochonilha você pode aplicar óleo de nim (Azadirachta indica) ou calda de pimenta e alho (veja a receita aqui) semanalmente. Se na sua horta ocorrer a cochonilha sem carapaça, você pode também fazer uma catação manual para obter resultado mais rápido e quando a infestação estiver no início, com poucas cochonilhas, você pode aplicar uma calda simples de sabão neutro (receita abaixo).

Calda de sabão:

50 g de sabão neutro;

1 L de água.

Rale o sabão. Aqueça 250 ml de água e dissolva o sabão. Adicione o restante da água, espere esfriar e coloque em um pulverizador. Aplique semanalmente até as pragas desaparecerem.

Neste post aqui damos diversas dicas de como fazer o controle ecológico de pragas e doenças.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Anúncios

Sobre Sabor de Fazenda

Somos um viveiro orgânico de ervas e temperos situado na Vila Maria, São Paulo. Oferecemos mais de 90 espécies de mudas de ervas e temperos orgânicos e uma série de atividades, como cursos para crianças e adultos, que se encantam ao aprender o valor e os benefícios de cada planta e a delícia de fazer seu próprio jardim de ervas.
Esse post foi publicado em pragas, Sem categoria e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Desvendando as Cochonilhas

  1. Obrigado pela dica, eu estava precisando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s