Desvendando as sementeiras

Gabriela Pastro

Hoje vamos escrever sobre uma dúvida de nosso leitor André….a sementeira! Suas principais perguntas foram: Como procedo em relação à sementeira? Faço igual ao vaso? Preciso de drenagem? Vamos lá…

Uma horta de plantas adultas requer cuidados diferentes de uma horta que se inicia na sementeira. Sempre falamos por aqui que as plantas aromáticas, e a maioria das hortaliças, precisam de pelo menos 4 horas de sol direto, necessitam de vasos com drenagem e são menos suscetíveis à falta de água, porém as sementeiras têm suas peculiaridades.

Sementeira

Por que semear em pequenos recipientes?

Fazemos desta maneira para maximizar o sucesso de germinação das sementes, assim é possível controlar e manter melhor a umidade do solo. Somente em um solo úmido haverá germinação. Umidade, temperatura e concentração de oxigênio são os fatores que fazem as sementes começarem a germinar. Na natureza isto não acontece, as sementes germinam onde caem, porém o percentual de germinação destas é bem menor.

Como montar uma sementeira?

Não precisamos de drenagem para fazer esta etapa, só fazemos este caminho para a água sair quando a planta está mais desenvolvida, quando suas raízes já estão bem formadas. Uma média seria a partir de 75 dias da germinação fazer o transplante. Para fazer a sementeira você precisará apenas de substrato orgânico peneirado. É importante peneirar, pois a plântula fará menos esforço para sair da terra. Veja neste post o passo a passo completo.

Como devemos cuidar destas pequenas plantas?

Toda planta precisa de sol para se desenvolver bem, mesmo as pequeninas. Porém, nas fases iniciais, elas não suportam calor muito intenso e alteração abrupta de temperatura. Por isto, você pode fazer um jogo de cadeiras com a sementeira (rs): coloque no sol quando ele estiver fraco e tire quando ele estiver forte. Uma solução viável, porém para poucos, é fazer mini estufas, assim elas permanecerão o tempo todo. Já a rega deve ser moderada e diária. Nos períodos de muito calor pode ser duas vezes ao dia. Nesta hora, tome cuidado com a intensidade da água, coloque devagar para a semente não sair da terra ou a pequena planta não quebrar.

Depois que a planta crescer e o torrão estiver bem formado, você já pode plantar em um vaso ou canteiro.

O plantio de sementes é mais difícil que o de uma muda formado, é normal não dar certo no começo, mas o importante é tentar e não desistir, pois a sua satisfação será muito maior.

Ficou alguma dúvida? Escreva para nós nos comentários!


Garanta sua vaga para a Oficina de Sementeiras. Valor: R$ 120,00. Inscrições: (11) 2631-4915

Garanta sua vaga para a Oficina de Sementeiras. Valor: R$ 120,00. Inscrições: (11) 2631-4915

 

 

 

 

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Anúncios

Sobre Sabor de Fazenda

Somos um viveiro orgânico de ervas e temperos situado na Vila Maria, São Paulo. Oferecemos mais de 90 espécies de mudas de ervas e temperos orgânicos e uma série de atividades, como cursos para crianças e adultos, que se encantam ao aprender o valor e os benefícios de cada planta e a delícia de fazer seu próprio jardim de ervas.
Esse post foi publicado em sementeira, sementes e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Desvendando as sementeiras

  1. brazilretro disse:

    Meus parabéns pelo post e muito muito obrigado pela atenção e dedicação! Desejo a vocês o sucesso de sempre! Por aqui adoramos o post!

    Abraços
    André

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s