Como salvar sua horta dos pulgões

Gabi Pastro, herbalista

Todo verão, e parece que esse está ainda pior, os pulgões atacam as plantas. Antes de te mostrar alternativas de como afastá-los quero mostrar por que surgem e como evitá-los.

Bom, já falamos aqui anteriormente, as infestações surgem apenas como uma consequência de algo que está indo errado, os bichos não são a causa do problema. E também infestação é uma presença abundante e descontrolada desses, é normal ter sempre alguns nas plantas, é um ótimo sinal.

Os pulgões são de variadas espécies e colorações, os mais comuns são pretos, branco e cinzas. Eles são insetos sugadores e, geralmente, estão presentes nas brotações apicais e nas nervuras das folhas. Fazem uma associação mutualística com formigas, as quais oferecem proteção em troca de pegarem as substâncias açucaradas que ficam grudadas nos seus corpos após sugarem as folhas.

Eles surgem quando há irregularidade de umidade, ou seja, regas e chuvas inconstantes. O clima ideal para sua proliferação é o quente e mais ainda após chuvas abundantes. Por isso, manter uma umidade constante na horta é um fator de prevenção, não a deixe nem ensopada e nem esturricada.

Como qualquer outra praga, eles têm afinidade por grupo de plantas, ou seja, cada animal gosta de comer um tipo de alimento. Esses insetos gostam bastante de couve, repolho, couve-flor, espinafre, rabanete, nabo, cebolinha, salsinha, alho-poró, alho, cebola, entre outros. Cultivar essas espécies longes uma das outras é um truque ótimo para os pulgões não se espalharem pela horta.

Se a planta já apresenta infestação, fique ainda mais de olho na questão da umidade e procure aplicar algum inseticida natural para fazer o controle. Algumas sugestões são óleo de nim (temos aqui para vender), calda de pimenta e alho (receita aqui) ou calda de casca de cebola. As aplicações desses inseticidas deve ser sequencial, aplique uma vez por semana por 4 semanas seguidas. Se não obtiver resultado, mude o inseticida, porém sempre priorizando para algo natural e orgânico.

Seguem abaixo alguns tipos de pulgões para você identificar se estão presentes na sua horta ou jardim.

Por fim, fique sempre atento à suas plantas, pois eles podem atacar e matá-las rapidamente. Agora no verão faça inspeção nas plantas mais suscetíveis a cada 3-4 dias.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Anúncios

Sobre Sabor de Fazenda

Somos um viveiro orgânico de ervas e temperos situado na Vila Maria, São Paulo. Oferecemos mais de 90 espécies de mudas de ervas e temperos orgânicos e uma série de atividades, como cursos para crianças e adultos, que se encantam ao aprender o valor e os benefícios de cada planta e a delícia de fazer seu próprio jardim de ervas.
Esse post foi publicado em pragas e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.