O que plantar em fevereiro?

O verão está quase ao fim e novas espécies se propiciam dessa época do ano. Fevereiro é um ótimo momento para começar a cultivar (semeando ou transplantando):

  • Agrião
  • Alfaces (maioria dos tipos)
  • Vagens
  • Ervilhas
  • Feijões
  • Espinafre
  • Diversas couves

Essas são espécies que se desenvolvem muito bem no outono e inverno, ou seja, se semear por agora terá plantas adultas no melhor momento do ano.

Confira dicas da Aorta Comunitária de como cultivar de couves, web séria sobre hortaliças gravada no viveiro Sabor de Fazenda:

Confira mais dicas de como cultivar outras hortaliças no nosso Canal do Youtube (aqui).

Aprofunde seus conhecimentos durante a primeira turma do ano do curso Horta Caseira Orgânica com Prática com o agrônomo Marcelo Noronha. Será no dia 23 de março das 9h00 as 16h00. Mais informações aqui.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Anúncios
Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Receita | Panqueca com nirá

Por Gabi Pastro, herbalista

O nirá é uma erva muito saborosa, suas folhas têm sabor de alho e podem ser utilizadas para potencializar o sabor do próprio alho ou como um substituto. Porém, não se resume apenas a isso, pois imprime também frescor. Conheça mais sobre ele aqui. Essa receita de panqueca é bem fácil e deliciosa, vale a pena reproduzir, mesmo que já conheça e use o nirá.

 

Ingredientes:

1 xícara de trigo

1 ovo

3/4 xícara de leite (ou água)

2 colheres de folhas de nirá picadas

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo: misture bem todos os ingredientes. Esquente uma frigideira, coloque o azeite, espere esquentar um pouco. Coloque uma ¾ de concha da massa de panqueca. Quando estiver levemente dourado de um lado vire. Faça este procedimento com as demais.

Rende: 4 panquecas

*Aqui no Sabor de Fazenda você consegue comprar mudas orgânicas de nirá para cultivar em casa. Venha nos visitar e adquira a sua. Ou solicite envio pelos correios, caso seja de fora de São Paulo. Mais informações através de um dos contatos abaixo.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Publicado em receitas culinárias, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Venha vivenciar conosco…

 

 

Mais informações e inscrições: (11) 2631-4915 ou sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

RAIO-X | Arnica do mato

Aproveitando que estamos na época da floração da arnica do mato, vamos falar dela hoje por aqui. Uma super planta medicinal.

Nome científico: Solidago microglossa DC.

Família botânica: Asteraceae.

Origem: América do Sul.

Outros nomes populares: arnica, arnica brasileira, arnica do campo, rabo de foguete, goldenrod.

Características botânicas: planta perene, rizomatosa e de altura media entre 1,0 – 1,7 m.

Cultivo-Solo/Clima: de fácil cultivo, porém melhor adaptada a solos arenosos, levemente ácidos, com húmus e iluminação plena. O clima mais adequado é o tropical. O plantio pode ser feito em qualquer época do ano, desde que haja chuvas/regas freqüentes durante a fase de crescimento. A colheita das flores é feita no início da floração, enquanto ainda são brotos; os rizomas podem ser coletados entre três e quatro anos após o plantio, no outono. Deve ser plantada sozinha em canteiros ou vasos, pois suas raízes são invasoras.

Usos medicinais, culinários e/ou ornamentais: por ainda não ter sido comprovada sua segurança para o uso interno, indica-se que seja usada apenas externamente na forma de compressas, unguentos ou cataplasmas no tratamento de traumatismos, torção, contusão e hematomas. Em varizes tem ação na circulação periférica, reduzindo a dor.

Partes usadas: folhas, flores e rizomas.

Obs: O nome popular “arnica” é, na verdade, aplicado a esta e outras espécies pela similaridade de uso medicinal com a “arnica-verdadeira” Arnica montana L., nativa das regiões montanhosas da Europa.

 

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em plantas medicinais | Marcado com , , , , , , , , , | 2 Comentários

Jardinagem Orgânica Comestível

Venha praticar jardinagem orgânica nos jardins e hortas do Viveiro Sabor de Fazenda entre ervas medicinais e temperos! A Sabor de Fazenda criou para você um curso extensivo e prático de jardinagem orgânica comestível, a partir de vivências que serão realizadas nos jardins do viveiro. Nas atividades abordaremos conceitos fundamentais do cultivo orgânico para que você possa praticar em seu jardim, horta ou até mesmo em seus vasos, mantendo sua saúde e a de suas plantas.

Venha conhecer o viveiro a partir de outra perspectiva e emergir nesta viagem prática do universo das plantas e da jardinagem. Entre as atividades e práticas abordadas estão:

RESUMO DO PROGRAMA

  • Jardinagem com ervas, hortaliças e flores comestíveis;
  • Reconhecimento de ervas, temperos, plantas aromáticas entre outras e indicação do local ideal para o cultivo de cada uma delas;
  • Cultivo e identificação de plantas alimentícias não convencionais (PANC) e como agregá-las ao cultivo de seu jardim ou horta;
  • Aprendizado das diferentes maneiras de fazer mudas;
  • Identificação dos diferentes tipos de solo e como prepará-los para o cultivo;
  • Manejo de minhocário e compostagem;
  • Montagem de canteiro de horta com plantas companheiras;
  • Manejo ecológico e saúde das plantas;
  • Plantio, manutenção e escolha de vasos para suas plantas;
  • Poda, adubação orgânica e rega.

 

MÓDULO 01 –  PRIMEIRO DIA – O início da vida, como reproduzir suas plantas.

Abordaremos o ser humano como agente transformador de micro e macropaisagens, a nossa relação com o meio e com as plantas e qual é o caminho inverso que hoje pode ser feito por nós para restabelecermos uma conexão de harmonia e de vida mais saudável com a natureza. Nesta aula vamos trabalhar de forma prática, teórica e demonstrativa a reprodução das espécies vegetais através de vários processos, tais como, sementeiras, estaquias, bulbos, rizomas, divisão de touceiras, entre outros.

RESUMO DAS ATIVIDADES:

  • Diálogos dos conceitos: o homem e o meio; nossa relação com as plantas e as paisagens; agricultura convencional versus agricultura orgânica; o jardim para além da questão estética e visual; jardins comestíveis e sensoriais;
  • Diálogos sobre: a importância das sementes crioulas; o que são sementes transgênicas; a importância de obter suas próprias sementes; as consequências de nossas escolhas como jardinistas;
  • Demonstração de como obter suas próprias sementes, de como secá-las e armazená-las;
  • Identificação de diferentes tipos de sementes e como plantá-las;
  • Apresentação demonstrativa dos vários processos de reprodução vegetal, como por exemplo, reprodução por bulbos, rizomas, divisão de touceira, tubérculos, mergulhia, alporquia, entre outros.

PRÁTICA – Montagem de sementeira e cuidados para o sucesso da germinação.

MÓDULO 02 – SEGUNDO DIA – Como trabalhar a base do jardim e montar seus canteiros.

Nesta aula vamos trabalhar todos os conceitos sobre solo, reconhecimento dos vários tipos de solo e quebra de paradigmas sobre o solo ideal. Além disso, faremos de modo prático, o preparo e enriquecimento orgânico de diversas formas de solos que são a base de um jardim ou horta. A parte prática abordará todos os conceitos de como montar um canteiro, por exemplo, como escolher o local ideal, tipo de solo e correções necessárias, montagem e planejamento do que plantar de acordo com a rotatividade de cada espécie vegetal, seu ciclo e suas exigências. Além disso, ensinaremos algumas regras fundamentais para identificar as necessidades das espécies vegetais de acordo com a sua morfologia. Também trabalharemos os vários conceitos de compostagem.

RESUMO DAS ATIVIDADES:

  • Reconhecimento e manuseio de diferentes amostras de tipos de solo, comparando estrutura, cheiro, cor, textura e micro vida;
  • Identificação da adubação necessária do solo de acordo com cada espécie vegetal e suas características, manuseando diferentes tipos de adubos orgânicos;
  • Conceitos sobre montagem e manejo de diferentes composteiras caseiras e minhocário;
  • Demonstração prática do manejo de leiras de compostagem;
  • Prática que abordará todos os conceitos de como montar seu jardim-horta;
  • Apresentação e manuseio de ferramentas, demonstração e indicação de seus usos, cuidados e limpeza.

PRÁTICA – Preparo de um canteiro de horta com plantas companheiras e flores comestíveis.

MÓDULO 03 – TERCEIRO DIA – Cuidando de seus vasos e mantendo a saúde de suas plantas.

Nesta aula será abordado de forma ampla e prática tudo o que se relaciona com o cultivo das espécies vegetais em vasos, sejam elas ornamentais ou comestíveis. Falaremos do plantio, transplante, manutenção, adubação e escolha de materiais indicados para o cultivo em vasos, entre outros temas. Nesse encontro também compartilharemos dicas de como manter a saúde de suas plantas e jardins. Identificaremos “pragas e doenças”, compreenderemos sua função no sistema e como as mesmas podem ser aliadas na arte do cultivar nos indicando quais as ações necessárias para manter nosso jardim mais bonito e saudável através do manejo ecológico (adubação ecológica, biodefensivos, etc.). Além disso, abordaremos os conceitos de poda, seus diferentes tipos, a importância da poda para o desenvolvimento das plantas, quando podar e como podar.

RESUMO DAS ATIVIDADES:

  • Apresentação e manuseio de diversos tipos de vasos, abordando como escolher o vaso ideal, por seu tamanho, peso, material, espécie vegetal, local de implantação, vantagens e desvantagens;
  • Manutenção de vasos aplicando as técnicas de transplante, limpeza e adubação para manter a saúde de suas plantas;
  • A arte da poda e sua importância nos cultivos;
  • Compreensão dos fatores fundamentais para o desenvolvimento das espécies vegetais e identificação dos diferentes tipos de pragas e doenças;
  • Como evitar pragas e doenças e recuperar as plantas atacadas por elas em seu jardim, aplicando os conceitos já estudados sobre solo, luz, adubação, regas, etc;
  • Manuseio dos biodefensivos tais como óleos, caldas e iscas e preparação de caldas;
  • Plantio em materiais alternativos, como por exemplo, o plantio na palha;
  • Manuseio de diversos tipos de materiais necessários para o plantio em vasos.

PRÁTICA – Preparo de solo de acordo com planta escolhida para plantio em vaso.

ESBOÇO DO CURSO

  • O curso abordará de forma prática, teórica e demonstrativa todos os conceitos ensinados;
  • Os participantes receberão apostila impressa;
  • Será entregue ao final do curso um certificado de conclusão referente às 19 horas-aula;
  • Data: as aulas terão início no dia 05/04/2019 as 13h30 e seguirá até as 17h00;
  • Nos dias 06/04 e 07/04 o horário será das 9h00 às 17h00;
  • Local: Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo|SP
  • Fone para inscrições e dúvidas: (11) 2631-4915
  • E-mail para informações e inscrições: sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
  • Valor: sob consulta
  • Coordenação: Mayra Dias (geógrafa e jardinista) e Denise Lindorfer (fotógrafa e paisagista)

 

Mayra Dias e Denise Lindorfer desenvolvem juntas projetos e cursos regados pelo viver orgânico e pela crença de que todos os seres estão ligados de alguma forma e exercem seu papel no ciclo da vida. Mayra como geógrafa e jardinista apaixonada acrescenta à essa parceria, entre muitos saberes, a sua vivência e o seu conhecimento em permacultura, agrofloresta e educação ambiental. Denise, como paisagista e fotógrafa, além do conhecimento prático e do design, incorpora imagens a esse trabalho para atrair o olhar, despertar os sentidos e induzir o pensamento a entender a força desse “conhecimento verde”. Juntas Mayra e Denise têm desenvolvido projetos de paisagismo aos quais carinhosamente chamam “jardins-hortas”, criando ambientes integrados, sensoriais, contemplativos e também funcionais, verdadeiros espaços de saúde, beleza e equilíbrio!

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em agricultura orgânica, agricultura urbana | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tipos de hibiscos para ter no seu jardim

Gabi Pastro, herbalista

O gênero Hibiscus é enorme e abriga desde plantas ornamentais até as fitoterápicas, como os que irei dar mais ênfase. Um exemplo é o Hibiscus rosa-sinensis, muito comum na ornamentação de jardins tropicais, o qual também tem usos culinários (é uma Planta Alimentícia não Convencional – PANC), porém ainda é pouco difundido seu consumo. Não o temos a venda.

Hibiscus rosa-sinensis

Dentro da fitoterapia e da culinária, a espécie mais comum Hibiscus sabdariffa, a qual possui caules, ramos, cálices florais e bordas e nervuras das folhas na coloração roxa-avermelhada. Suas folhas são, em sua maior área, verdes e suas flores na tonalidade creme.

Quem nos segue no facebook (se você não segue, siga-nos aqui) sabe que temos aqui no viveiro um novo tipo de hibisco, o hibisco roxo (Hibiscus acetosella). Fora do Brasil ele é tipicamente chamado de hibisco cranberry, devido sua estrutura inteira ter cor similar à frutinha cranberry. As diferenças básicas de ambas estão no formato das folhas, maiores e mais recortadas, no maior porte e na coloração completamente roxa-avermelha dessa espécie roxa.

Já tivemos por aqui um terceiro tipo, o kenaf (Hibiscus cannabinus), o qual leva esse nome por ter folhas em um formato similar à Cannabis sativa. Suas folhas são verdes por completo e apenas a flor é roxa.

Hibiscus cannabinus (fonte: http://antropocene.it)

Os três últimos possuem usos culinários similares, ou seja, podemos consumir suas folhas como um tempero ou seus cálices florais na forma de infusão. A escolha de qual plantar irá é muito mais relacionada à estética e ao espaço que se tem, o hibisco roxo é o de maior porte (pode atingir 3 m de altura), seguindo pelo hibisco comum e depois pelo kenaf.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em PANC, plantas alimentícias não convencionais, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Eventos no viveiro

 

Para obter mais informações ou fazer sua inscrição entre em contato por um dos canais abaixo.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Como salvar sua horta dos pulgões

Gabi Pastro, herbalista

Todo verão, e parece que esse está ainda pior, os pulgões atacam as plantas. Antes de te mostrar alternativas de como afastá-los quero mostrar por que surgem e como evitá-los.

Bom, já falamos aqui anteriormente, as infestações surgem apenas como uma consequência de algo que está indo errado, os bichos não são a causa do problema. E também infestação é uma presença abundante e descontrolada desses, é normal ter sempre alguns nas plantas, é um ótimo sinal.

Os pulgões são de variadas espécies e colorações, os mais comuns são pretos, branco e cinzas. Eles são insetos sugadores e, geralmente, estão presentes nas brotações apicais e nas nervuras das folhas. Fazem uma associação mutualística com formigas, as quais oferecem proteção em troca de pegarem as substâncias açucaradas que ficam grudadas nos seus corpos após sugarem as folhas.

Eles surgem quando há irregularidade de umidade, ou seja, regas e chuvas inconstantes. O clima ideal para sua proliferação é o quente e mais ainda após chuvas abundantes. Por isso, manter uma umidade constante na horta é um fator de prevenção, não a deixe nem ensopada e nem esturricada.

Como qualquer outra praga, eles têm afinidade por grupo de plantas, ou seja, cada animal gosta de comer um tipo de alimento. Esses insetos gostam bastante de couve, repolho, couve-flor, espinafre, rabanete, nabo, cebolinha, salsinha, alho-poró, alho, cebola, entre outros. Cultivar essas espécies longes uma das outras é um truque ótimo para os pulgões não se espalharem pela horta.

Se a planta já apresenta infestação, fique ainda mais de olho na questão da umidade e procure aplicar algum inseticida natural para fazer o controle. Algumas sugestões são óleo de nim (temos aqui para vender), calda de pimenta e alho (receita aqui) ou calda de casca de cebola. As aplicações desses inseticidas deve ser sequencial, aplique uma vez por semana por 4 semanas seguidas. Se não obtiver resultado, mude o inseticida, porém sempre priorizando para algo natural e orgânico.

Seguem abaixo alguns tipos de pulgões para você identificar se estão presentes na sua horta ou jardim.

Por fim, fique sempre atento à suas plantas, pois eles podem atacar e matá-las rapidamente. Agora no verão faça inspeção nas plantas mais suscetíveis a cada 3-4 dias.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em pragas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Produtos para manutenção da horta

Olá, cliente! O verão é ideal para fazer manutenções na horta e jardim. Um bom momento para adubar. É nele que também surgem diversas pragas e doenças. Pensando nisso, vamos compartilhar com você alguns de nossos produtos coringas para dar aquele up nas plantas.

 

 

Óleo de nim: inseticida natural para tratar de pulgões, cochonilhas, trips, entre outras pragas. Nas versões:

  • 1 L concentrado
  • 100 ml concentrado
  • 500 ml pronto uso

 

 

Adubo líquido Jardim Bonito nas versões:

  • 1 L
  • 500 ml
  • 250 ml

 

 

Adubos em pó:
Torta de nim: rico em nitrogênio; fortalece a imunidade da planta.

Bokashi: rico em fósforo e nitrogênio, ideal para floração e frutificação

Adubo Sabor de Fazenda: mix com húmus de minhoca, torta de nim, bokashi e composto orgânico, um coringa para qualquer planta.

 

Regador colorido: ótimo incentivo para levar a criançada para a horta! Nas cores:

  • Rosa
  • Verde

 

 

Venha nos visitar e confira outros produtos e uma ampla variedade de mudas orgânicas. Também enviamos pelos correios. Para mais informações preenche o formulário abaixo:

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em horta caseira, jardinagem | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Horário Especial de Funcionamento do Viveiro

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário