Saiba aproveitar integralmente as podas das ervas

Por Gabi Pastro, herbalista

Podar regularmente as ervas aromáticas é essencial para seu bom desenvolvimento e deve acontecer com maior frequência que plantas de maiores portes. Já falamos isso anteriormente em diversos artigos, coloque ‘poda’ na busca ao lado e descubra.

Hoje o foco é diferente, é o que fazer com os restos das podas que muitas vezes acabam sendo volumosos e que muitos não conseguem usar por completo tudo que foi colhido. Vamos valorizar o que plantamos com tanto carinho e o que a natureza nos deu!

Seguem algumas sugestões:

– Faça um delicioso sal aromatizado, basta bater as folhas e talos moles das ervas juntamente com sal no liquidificador. Se desejar mais cremoso, adicione azeite. Durabilidade: 3 meses em vidro e na geladeira.

– Seque com o auxílio de saquinhos de papel, fazendo aquele típico varal de ervas, porém protegidos do sol e luminosidade artificial. Quando estiverem crocantes, cerca de 2 semanas depois, debulhe as folhas, guarde em vidros e use como tempero ou chá. Durabilidade: 6 meses em vidro e local seco e fresco.

– Prepare vinagres aromatizados. Basta picar as folhas ou flores em um vidro, preencher com vinagre de maçã ou de arroz (o suficiente para cobrir as ervas), aguardar 20 dias e coar. Durabilidade: 3 meses se guardado em vidro e local seco e protegido da luz.

– Prepare um delicioso banho ou escalda-pés para revigorar! Estes preparados nada mais são do que os típicos chás. Aqueça a água até um ponto antes da fervura, desligue, coloque no balde com as ervas e voilà.

– Junte maços grossos, mas não tão longos, de ervas frescas, amarre com linha de algodão e deixe secando da mesma forma citada acima. Quando estiver seco, queime como um incenso super aromático e energético. Durabilidade: após seco, queime em até 6 meses.

– Coloque o excesso de poda na composteira ou minhocário, as ervas voltarão para a horta na forma de adubo. Ciclo completo.

E ai, o que você faz em casa para não desperdiçar alimentos? Conte para nós!

*Confira aqui diversos cursos que temos no viveiro e que ensinam a utilizar integralmente as ervas.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Anúncios
Publicado em colheita, poda | Marcado com , , , , , , , , | 4 Comentários

Hortinha Taste | Venha plantar conosco

É com muita alegria que divulgamos que estaremos novamente no Taste of São Paulo com a Hortinha Taste.

O Taste Festival, que acontece em 17 cidades diferentes do mundo, incluindo Londres, Paris, Moscou, Dubai e Sydney, retorna a São Paulo ainda maior. O Taste of São Paulo terá 27 dos principais restaurantes e bares e 70 chefs do Brasil.

Sucesso nos últimos dois anos, com um público superior a 37 mil pessoas, o evento cresce e agora acontecerá não mais em um, mas em dois finais de semana: nos dias 17, 18 e 19 e dias 24, 25 e 26 de agosto, no Clube Hípico de Santo Amaro e os ingressos já estão a venda em tudus.com.br/taste.

Com curadoria do consultor gastronômico e comentarista Luiz Américo Camargo, irão compor a programação do Taste of São Paulo um time de 27 melhores restaurantes e bares e 70 chefs do Brasil , além de 80 expositores que oferecerão produtos premium e ainda incomuns no mercado para compra e degustação no Empório Taste.

A Hortinha Taste é um espaço para as crianças e adultos colocarem as mãos na terra e conhecerem hortaliças e vegetais presentes no nosso dia-a-dia, um espaço de conhecimento dedicado aos pequenos e com interação direta com natureza.

Horário das oficinas:

Sextas – às 19h e 20h.

Sábados – às 15h, 16h, 20h e 21h.

Domingos – às 15h, 17h e 18h.

*Capacidade máxima: 10 alunos. Chegue cedo e garanta seu lugar. As inscrições devem ser feitas diretamente no local.

Descrição:

Iniciaremos as oficinas com um passeio pela Hortinha Taste que contará com aproximadamente 70 espécies diferentes entre ervas, temperos, hortaliças e PANC, plantas alimentícias não convencionais, incluindo flores comestíveis, sucesso total entre os chefs.

Além da horta, será mostrado o funcionamento de um minhocário e os adubos orgânicos produzidos pelas minhocas.

Finalizaremos com o plantio de um vaso com uma muda de tempero orgânico (manjerona, tomilho, tomilho limão, orégano entre outras a escolher). Além disto, cada participante receberá um kit da nossa parceira Isla Sementes. A Hortinha Taste também conta com o apoio da FG Import e Sítio Raio de Sol. 

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Marcado com , , | 2 Comentários

Lavandula multifida | a nova lavanda do viveiro

Por Gabi Pastro, especialista em ervas aromáticas e especiarias

É com muita alegria que divulgamos que agora temos uma nova espécie de lavanda a venda aqui no viveiro. Além da Lavandula angustigolia (alfazema) e Lavandula dentata (lavanda), agora temos a Lavandula multifida (lavanda egípcia). E devemos isto ao nosso querido amigo Omar, o qual nos presenteou com as primeiras mudas.

De folhas esbranquiçadas e bem recortadas, diferentemente das demais. Suas flores são azul-púrpuras/índigo, quais florescem com facilidade e diversas vezes ao ano, fazendo dela uma ótima opção para ornamentar o jardim. Elas não possuem o aroma típico das lavandas. Atinge em torno de 60 cm de altura.

Diferentemente das demais, gosta de uma atmosfera mais úmida, porém sem umidade no solo. Não possui expressivo uso culinário, porém suas flores são comestíveis e dão um charme especial as finalizações de pratos.

 

 

Para informações sobre estas novas mudas nos mande um e-mail (sabordefazenda@sabordefazenda.com.br) ou ligue (11 2631-4915).

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em ervas aromáticas, Ervas de Provence, ervas do mediterrâneo | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A vez dela: capuchinha!

Por Gabi Pastro

É nesta época do ano que as incríveis capuchinhas (Tropaeolum majus) reinam, ficam mais floridas e vistosas. Uma das razões é que as lagartas estão menos presentes devido ao frio e acaba deixando a planta desenvolver-se com esplendor.

orange-flower-3492274_1920

Capuchinha comum

As capuchinhas são plantas herbáceas, ou seja, de porte rasteiro, atingindo entre 30 a 40 cm de altura. Suas flores podem apresentar-se nas colorações laranja, amarela, vermelha, rosa e até brancas, as quais se formam na primavera-verão. Aqui no viveiro temos duas variedades, a mais comum de folhas verdes claras e com flores de cores variadas (foto à esquerda). E as de folhas verdes escuras com bordas levemente arroxeadas, porém com flores somente vermelhas (foto à direita).

 

Devem ser cultivadas sob sol pleno, como planta pendente em vasos e jardineiras, ou em canteiros. O cultivo sob meia sombra também é possível, porém ela florescerá menos. Apesar de rasteira, pode ser guiada como trepadeira.

Multiplica-se por sementes, as quais devem ser colocadas para germinar no outono. Nos meses de verão costumam ser atacadas por lagartas, mas estas deixam de ser um problema assim que entre o outono.

Floresce permanentemente e a colheita deve ser feita na época da formação de um bom volume de folhas e flores. Porém, nas palavras de nosso chefe do viveiro, Ronaldo Lima, a manutenção é essencial. Por isto, faça adubações a cada 40 dias em caso de vasos e a cada 3 meses se plantada em canteiro. Limpe periodicamente as folhas secas e lembre-se de colher as sementes para mais tarde semear.

img_2557.jpg

Flor recém-polinizada

Na culinária, suas flores e folhas comestíveis são usadas para enfeitar e dar um sabor fresco e picante aos pratos e saladas verdes. Por serem muito ricas em vitamina C, suas folhas e flores são muito usadas na alimentação para fortalecer o corpo e aumentar a resistência, além disto, é excelente para problemas de pele, como irritações e sarnas. Sua semente também pode ser consumida. Na cosmética é usada para fortalecer e dar brilho aos cabelos.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Programação de agosto | Cursos e oficinas

Para mais informações: (11) 2631-4915 ou sabordefazenda@sabordefazenda.com.br.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | 4 Comentários

| RAIO-X| Incenso: a flor do inverno

Nome científico: Tetrania riparia. 

Outro nome científico (sinonímia): Iboza riparia.

Nomes populares: incenso, limonete, mirra, pluma-de-névoa, gemmerbor (inglês), ginger bush (inglês), misty plume bush (inglês), musk busk (inglês), incensum (espanhol).

Características botânicas: arbusto ereto, ramificado e aromático. Atinge em torno de 1,2 – 1,6 m de altura. Apresenta inflorescências numerosas, densas e longas, com inúmeras flores pequenas de coloração rósea-creme. Sua época de floração é agora no inverno.

Cultivo-Solo/Clima: planta de fácil cultivo, podendo ser plantada em solos ruins, mas precisa estar sempre exposta ao sol. Adapta-se melhor em canteiros. Se for plantada em vaso, deve ser em um recipiente com pelo menos 30 cm de altura. Dos meses de maio até agosto floresce abundantemente com cachos de flores.

Usos medicinais, culinários e/ou ornamentais: é utilizada para fabricação extração de óleo essencial e elaboração de incensos naturais. A massagem com o óleo ou sua compressa alivia as dores musculares e dores de cabeça. Também é um eficiente repelente natural de insetos, podendo ser usado em forma de sachê de armário ou tintura alcoólica para aplicação no ambiente.

Partes usadas: folhas e flores.

 

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em raio-x, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Paisagismo Funcional

Você já ouviu falar de Paisagismo Funcional? Não?! Mas certamente já o viu por aí!

É quando o paisagismo está inserido de modo a considerar as relações humanas. Ele não é pensado somente respeitando questões estéticas e sim com uma finalidade desejada, como a de fornecer alimentos, ser terapêutico e até mesmo educativo.

Nestes espaços, a memória, o sentimento e o afeto, andam juntos. As plantas nos remetem às pessoas e aos lugares que já visitamos, o modo de cultivo, aparentemente desordenado, é baseado na mistura de arbustos, árvores e ervas.

Agora pare um momento e faça um exercício de observação. Repare que hoje em dia a lógica que comumente norteia a expansão imobiliária inverte os valores e considera que os espaços “não úteis” precisam ser ocupados pelos “produtivos”.

Os quintais vão desaparecendo e nos jardins as plantas passam a ser dispostas de modo apenas a adornar as construções, sendo desvinculado de sua relação com os moradores.

Então, de certa forma, o paisagismo funcional passa a ser uma retomada aos jardins populares, aqueles pejorativamente chamados de jardim de vó! Esse espaço tão dinâmico, pode se expressar como um retiro familiar, oferecer um cenário para acontecimentos sociais e ser palco para as crianças criarem um ambiente lúdico. Pode, ainda, propiciar soberania alimentar ou servir como um elo religioso. Tornando-se manifestações do modo de pensar e de olhar o mundo.

Que tal mudar a perspectiva do seu jardim?

Aqui fica um convite, venha saber um pouco mais sobre essa busca de se incorporar saberes tradicionais na hora de pensar e implantar o jardim. No dia 24 de julho estaremos aqui no Viveiro Sabor de Fazenda das 14h30 às 15h30 com uma palestra gratuita sobre o assunto. Para reservar o seu lugar e ter mais informações: (11) 2631-4915.

 

Aline Zoia – Eng.ª Agrônoma da Hortelar

Viviane Moreno – Paisagista da Hortelar

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Publicado em paisagimos, paisagismo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Boldos: tipos e benefícios

Você faz confusão entre os tipos diferentes de boldos? Nossa herborista Sabrina Jeha explica sobre alguns tipos em mais uma participação para o canal da querida parceira Nô Figueiredo.

Lembrando que neste mês teremos diversos cursos com a Sabrina, confiram:

§ Ervas Aromáticas: do cultivo ao uso culinário – 18/julho das 9h00 as 13h30

§ Oficina Plantando Saúde em Casa (pocket) – 24/julho das 10h00 as 12h30

§ Oficina PANC: identificação, curiosidades e degustação – 25/julho das 10h00 as 12h30

Mais informações: (11) 2631-4915

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em boldo | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flores no inverno: aproveite o melhor desta estação

Por Gabi Pastro

O inverno chegou, mas isto não significada que seu jardim ficará sem flores. Existem algumas plantas que florescem apenas nesta época do ano e outras que são indiferentes às alternâncias de luminosidade e florescem o ano todo. Separamos alguns exemplos para vocês:

Incenso ou mirra (Tetradenia riparia): o inverno não seria tão lindo sem a presença dela. Suas flores diminutas e brancas parecem plumas de neve e embelezam qualquer jardim. É possível cultivar em vasos, porém seu esplendor é maior quando em canteiro.

Cravina (Dianthus chinensis): em regiões de climas amenos é capaz de florescer o ano todo. Suas flores mescladas, amplamente coloridas e diversas são comestíveis e dão vida ao jardim. Desenvolve-se bem em jardineiras e canteiros com profundidade acima de 25 cm.

Rabo de galo (Celosia argentea): é capaz de florescer constantemente após 90 dias de sua semeadura. É considerada uma planta rústica, não sendo exigente de cuidados. Vasos profundos, acima de 40 cm de altura, e canteiros são ideais para seu plantio.

Tagete (Tagetes spp.): são plantas parceiras do jardim, pois afastam nematoides do solo. Florescem o ano todo na maioria das regiões e suas flores e folhas são comestíveis. Desenvolvem-se bem em vasos, jardineiras e canteiros, ficando mais bonitas quando em conjunto.

 

Agora você pode deixar seu jardim ainda mais florido e lindo, aproveite e comece a misturar espécies floríferas em meio as ervas aromáticas!

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , | 2 Comentários

Atividades especiais de férias!!!

 

Aproveite as férias e venha participar da nossa programação especial aqui no viveiro. Teremos temas novos e valores promocionais. Mais informações: sabordefazenda@sabordefazenda.com.br.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário