Hora da poda e colheita: cuidados necessários

Gabriela Pastro

Olá, queridos leitores!!

O melhor coisa de termos nossa horta é podermos colher o que semeamos, não!? É o momento de saborearmos o sucesso de nossa horta, porém para atingirmos este sucesso devemos realizar a poda e colheita de modo correto. Tratando-se de ervas e temperos, o momento da poda e da colheita se misturam e acabam virando uma coisa só, porém existem algumas diferenças entre estas que devemos levar em conta.

©Ze Gabriel

A poda de qualquer planta é sempre necessária, tanto para deixarmos nossa planta com uma aparência melhor como fortalecê-la, esta técnica propicia que a planta continue crescendo e retarda sua morta. À medida que as flores começarem a se formar devemos podá-las, pois elas consomem muita energia e direcionam a planta à morte. A colheita feita em período inicial da floração propicia utilizarmos uma erva ou tempero em seu ponto máximo de aroma e sabor.

Como a poda de manutenção é sempre necessária, devemos ter em nossa horta ervas e temperos (e hortaliças) que utilizamos no nosso dia-a-dia, senão acabamos desperdiçando tempo e alimento. Ou seja, o resto da poda poderá sempre ir direto para a cozinha.

Algumas plantas podem ser mais podadas (colhidas) do que outras. Por exemplo, salsinha, cebolinha e coentro podem crescer até quatro vezes após realizarmos poda radical (total). Manjericão, orégano e hortelã toleram mais podas, desde que feitas de maneira moderada. Plantas mais rígido e mais espesso, como o alecrim, também toleram mais podas que as plantas de caule mole (em forma de haste) ou acaule (como a cebolinha e a salsinha, respectivamente), porém devemos lembrar que estas ervas tem um crescimento mais lento e, se podarmos demais, acabaremos deixando a planta sem folhas.

  • Colheita de plantas de caule rígido:

Quando formos colher ervas deste tipo devemos cortar em torno de 5-7 cm finais do ramo escolhido. Devemos escolher os ramos que estiverem mais altos, que sobressaltem a touceira, assim fazemos uma poda de manutenção também.

Poda do alecrim ©Sabor de Fazenda

Poda do alecrim ©Sabor de Fazenda

  • Colheita de plantas de caule semi-rígido:

Para plantas de caules semi-rígidos, como manjericão, alfavaca, hortelã e sálvia, podemos cortar abaixo dos pares de folhas terminais. Sempre devemos podar o ramo logo acima do nó (bifurcação), isto permite que o ramo continue crescendo. Se cortarmos muito acima do nó, acabaremos matando a área e este ramo não crescerá mais.

  • Poda radical (total):

Neste tipo de poda cortamos toda a planta bem próxima da base, ela pode ser feita em plantas que tenham sido atacadas por pragas, estejam debilitadas, para consumo de grandes quantidades ou apenas para manutenção. Esta técnica propicia que a planta rebrote com maior força. Podemos fazer este tipo de poda em salsinha, cebolinha, coentro e hortelã. A hortelã pode ser podada na altura do solo, já a salsinha deve ser podada acima da sua primeira ramificação.

O rebrotamento vai variar de acordo com o tipo de erva ou tempero. Plantas de caules mais rígidos e espessos vão demorar mais para crescer e plantas sem caule ou com caule mole podem crescer em torno de duas semanas.

Poda de manutenção…

Para realizarmos a manutenção de nossa muda podemos podar os dois últimos nós dos ramos mais longos. Ao cortarmos as pontas dos brotos, a planta se desenvolverá mais frondosamente, porque a energia será direcionada para os brotos laterais que estão na parte inferior do talo, ou seja, este tipo de poda propicia uma planta mais cheia e sem talos muito longos que enverguem com o tempo.

O manjericão...conforme a planta for crescendo, devemos remover os dois pares de folhas da extremidade superior de cada ramo. Na base de cada folha exitem duas pequenas folhas que crescem para fora do caule, corte logo acima (tomando cuidado para não danificá-las). Se retirarmos estas folhas miúdas, acabaremos enfraquecendo nosso manjericão. 

Cebolinha e cebolete, um caso a parte…

Estas ervas preferem serem colhidas com a mão, o uso de tesoura ou faca faz com que a planta rebrote mais fraca.

Algumas hortaliças…

Alfaces, repolhos e outras hortaliças semelhantes dificilmente rebrotam, geralmente colhemos o pé inteiro. Caso queira tentar um rebrotamento, colha a hortaliça alguns centímetros acima do solo. 

Com os devidos cuidados na hora da poda e colheita, nossa horta permanecerá sempre bonita e robusta.

Lembrando que a grande maioria das ervas e temperos deve ser colhida com ferramenta específica e não com as mãos…tirar folhinhas de alecrim e manjericão com as mãos jamais! Na hora da poda de manutenção utilizamos uma tesoura de poda (lâminas curvadas) e na hora da colheita utilizamos a tesoura de colheita (lâminas retas).

Obrigada, pessoal!!

*Saiba mais sobre nossos produtos e serviços relacionados à jardinagem orgânica clicando aqui.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
Anúncios

Sobre Sabor de Fazenda

Somos um viveiro orgânico de ervas e temperos situado na Vila Maria, São Paulo. Oferecemos mais de 90 espécies de mudas de ervas e temperos orgânicos e uma série de atividades, como cursos para crianças e adultos, que se encantam ao aprender o valor e os benefícios de cada planta e a delícia de fazer seu próprio jardim de ervas.
Esse post foi publicado em alecrim, cebolete, cebolinha, colheita, ervas, Ervas e temperos, hortaliças, hortelã, manjericão, orgânicos, poda, salsinha, sálvia e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

78 respostas para Hora da poda e colheita: cuidados necessários

  1. Ana Faria disse:

    Olá novamente!
    Não sei se o comentário foi enviado ou não.
    Vou colocá-lo aqui novamente.
    Se estiver repetido, está à vontade para apagar este.
    Obrigada.

    Bom dia!
    Obrigada por este artigo, foi muito útil. Não sabia que a cebolinha gostava de ser colhida com as mãos.
    Tenho duas situações que não sei como resolver e uma dúvida que gostava de esclarecer. Eu vivo num apartamento, e tenho uma pequena horta de plantas aromáticas. Tenho hortelã, tomilho, cebolinha, manjericão, alecrim e salsinha.
    A salsinha e o cebolinho estão a crescer imenso, e já lhes fiz uma poda há algum tempo atrás. O tomilho, no entanto, começou a secar e eu pensei que fosse falta de água e passei a regá-lo mais frequentemente. Fiquei agora a saber que ele gosta mais de terreno seco. Os caules estão castanhos até à terra, com a exceção de um. Lí também que deveria podar o tomilho se ele estivesse a secar ou com pragas. Eu podei, mas acho que cortei muito. Há alguma coisa que eu possa fazer aqui?
    Além do tomilho, a hortelã também não está a crescer. Quando uma amiga minha me deu a hortelã, ela estava bonita e frondosa, mas com o tempo foi perdendo as folhas, os caules começaram a morrer e eu simplesmente não sei o que fazer. Ela ainda albuns brotos de folha pequeninas, mas está muito escassa e rasteira, e só tem dois caules que se prolongam um pouquinho mais, e que têm meia dúzia de folhas na ponta. Parece-me que vai acabar por morrer mais tarde ou mais cedo se eu não fizer nada. Como posso ajudar a minha hortelã a ficar mais forte e começar a crescer acima do chão?
    Quanto à salsinha e ao manjericão, tenho algumas questões.
    A salsinha está a crescer imenso e agora tem uns caules que estão a crescer ainda mais como se fossem trepadeiras. Na ponta desses caules mais longos estão a formar-se flores. Devo podar? E quão curta posso podar a salsinha, sem a matar?
    Quanto ao manjericão, quando eu o comprei, ele já estava grande, os caules eram semi-duros e as folhas grandes, verdes escuras e frondosas. No entanto, com o tempo (e já o tenho há muito tempo) os caules foram crescendo e tornando-se muito duros. Continua a da folhas, e agora, mais recentemente, flores também, mas as folhas são mais pequenas de um verde clarinho e muito frágeis. Fiz uma poda há alguns meses atrás, porque estava a ficar muito alto e agora os caules estão a crescer muito novamente e a dar folhas, mas continuam com as mesmas características. O que se passa com o meu manjericão? O que devo fazer?
    Desculpe o testamento, mas tenho imensas dúvidas.
    Obrigada e fico a aguardar resposta.
    Cumprimentos,
    Ana Faria.

  2. Fer Ventura disse:

    Boa tarde!

    Amei o seu blog! Ganhei uma muda de hortelã e ela cresceu muito!!! Ela cai inteira sobre um lado. Será que tenho que cortar e replantar ou é assim mesmo?! Atenciosamente, Fer

    • Olá, Fer. Tudo bom? Ficamos muito felizes que tenha gostado. Seja sempre bem vinda. O ideal é você podar mesmo. Se o vaso for grande, acima de 20 cm de profundidade e 25 cm de boca não é necessário replantar. Abraços, Gabi

  3. Elenilda de Lemos Pereira disse:

    Boa noite!, amei seu blog,li os comentários e suas respostas e resolvi participar para tirar minhas dúvidas, plantei alface roxa na horta da escola, sementes e elas não germinaram, já esta fazendo 20 dias, já o alface crespo, germinaram e estão ficando lindos. Também moro em apartamento e resolvi fazer uma horta, tenho hortelã, melissa, erva-cidreira, erva-doce, coento, cebolinha, couve, alface crespa e estou tentando o tomate cereja(sementes), porém já germinaram e suas folhas estão ficando amareladas nas pontas e pontos pretos, não sei o motivo o que faço para não perder, já estão plantadas há 3 semanas.

  4. Ana Paula disse:

    Ola, tenho um pe de alface que já esta com uma certa altura,pois colhemos apenas as folhas, e também esta dando flores, gostaria de saber como cortar para fazer um replante e se posso cortar.corre se o risco do alface não brotar mais? Desde já agradeço.

    • Olá, Ana Paulo. Tudo bom? O pé de alface não precisa replantar. O que você pode fazer é deixar ele crescer mais e soltar as sementes. Você colhe e semeia. Com certa altura não dá mais para consumir suas folhas, pois já se tornam amargas.
      Abraços, Gabi

  5. Raquel Brandão disse:

    Olá, bom dia! Primeiramente parabéns pelo site! Muito útil e com informações claras.
    Comprei 8 mudas de ervas e temperos e as plantei em duas jardineiras – alecrim, tomilho, cibolete e coentro em uma; salsinha, manjericão, orégano e sálvia em outra. Ouvi dizer que o alecrim, o tomilho, o orégano e a sálvia devem ficar juntos e com o solo preparado com uma parte de areia. É verdade? Ainda, meu orégano está pendendo, como se fosse uma samambaia. Ele está bem verdinho, aromático e saboroso. É assim msm, ou ele murchou?
    Obrigada!

    • Olá, Raquel. Tudo bom? Você fez a combinação completa sim. Também é legal colocar a areia junto com a terra, você pode colocar 1/3 de areia e 2/3 de terra, misture bem e plante neste substrato. O orégano pode pender por excesso de adubo e falta de sol, porém ele já é uma planta um pouco mais mole. Se o aroma e a coloração estão boas, é um ótimo sinal. Abraços, Gabi.

  6. vilma disse:

    Muito bem explicado. Obrigada!!!! 😀

  7. katia disse:

    Olá, minha arruda está enorme e com flores, mas parece uma árvore, já entortou e caiu. Não sei como podar. Tenho medo de podar e acabar estragando.

  8. Zeila disse:

    Boa tarde!
    Compramos diversas ervinhas aí há alguns meses e estão todas lindas.
    Apenas a cebolinha pegou pulgão e morreu…plantamos uma cebola em outro vaso e está ja igualzinha da feira! Porém devido ao tamanho está curvando…como posso podar para usar a cozinha, sem tirar toda a planta?
    Vi acima que precisa ser com a mão, mas posso remover um ramo inteiro, pó exemplo?

    Obrigada!

    • Olá, Zeila. Fico feliz com seu sucesso. Você pode podar a cebolinha sim, nosso principal erro é termos dó de cortar e a plantar perder o ponto e morrer. A cebolinha ainda rebrotará umas 3 vezes. Pode tirar o ramo inteiro ou só algumas folhas externas, vai da sua necessidade de uso culinário. Abraços, Gabi.

  9. Fernanda disse:

    Há algum problema de fazer poda ou o colheita a noite?

  10. Patrícia Abreu Costa disse:

    Boa tarde!
    Estou muito grata por ter encontrado o vosso site! Mudei de casa recentemente e estava a pensar criar uma pequena horta de ervas aromáticas e, talvez com o tempo, de pequenos frutos (amoras, framboesas, morangos). Terei que organizar tudo em vasos mas não sei bem por onde começar. Por quais ervas devo começar? Semeio directamente ou compro um pequeno vaso já brotado?
    Agradeço desde já a atenção e seguirei assiduamente o vosso site!

    • Olá, Patrícia. Tudo bom? Adoramos sua iniciativa de criar uma horta, você vai amar. O melhor é começar comprando as mudas, a sementeira pode gerar um pouco de frustração em quem está começando. As espécies mais fáceis de cultivar são: manjericão-comum, alecrim, salsinha, cebolinha e capim-limão. Esperamos vê-la mais vezes por aqui, seja sempre muito bem vinda. Abraços, Gabi.

      • Patrícia Abreu Costa disse:

        Obrigada pela resposta, Gabi!
        Começarei pelo que sugeriu! O espaço que tenho não é um jardim, é um terraço, mas tem uma boa área. Ter a natureza perto de nós é fantástico e cuidar de uma horta é um desafio que acho que se vai tornar numa paixão.
        Mais uma vez, obrigada pela atenção.
        Um grande beijinho de Portugal 🙂

  11. Maria Fátima sa Silva disse:

    Bom dia minha erva doce simplesmente morreu eu sempre regava estava vum vaso pequeno proximo do pé de romã , tomava sol ate bastante o q fiz de errado, pois quero plantar novamente outra muda dessa cheirosa planta. Aguardo ansiosa sua resposta.

    • Olá, Maria Fátima. Tudo bom? A erva doce é muito sensível ao excesso de água, de repente foi uma carga muito grande para ela aguentar. Outra opção é o vaso ser muito pequeno para ela. Se plantada em canteiro, pode atingir 2 m de altura. Abraços, Gabi

  12. Maria Fátima sa Silva disse:

    Olá sempre gostei de cultivar plantas mas estou com problemas com meu pé de limão q tá demorando para dar frutos e tbem minha arruda q está ficando comprida e as folhas estão feias e meu alecrim antes verdinho agora todo rajado o q devo fazer???

  13. Amauri Maldonado Vargas disse:

    gostei das infotmacoes

  14. Maria Helena Rodrigues disse:

    Estou encantada com sua dicas de colheita. Vou seguir passo a passo, pois amo hortelã e meu vaso está linfo.

  15. planobio disse:

    Obrigada pelo post, essas informações vão ajudar muito a nossa horta comunitária do condomínio! 🙂 Se quiser conhecer nossos experimentos de cultivo urbano entre outras dicas de sustentabilidade, acesse nosso blog: http://www.planobio.com
    Conhecemos o seu através de um outro blog que replicou sua matéria mas manteve a fonte. Adorei o conteúdo e vou acompanha-los! Abs e sucesso !

  16. Beatriz disse:

    Olá, boa tarde. Inicialmente, gostaria de elogiar seu site, ele é muito bom e as respostas aos comentários são muito esclarecedoras. Um leitor, o anarindoalto, comentou que o alecrim dele estava secando de baixo pra cima. Já perdi alguns alecrins assim, eles vão secando até morrer, e não sei a causa. O mesmo acontece com lavanda. Moro no nordeste, e tenho outras plantas que estão bem com a mesma configuração de solo e rega (coentro, manjericão, cebolinha, hortelã, cidreira e cebolinha), mas o alecrim e a lavanda não parecem dar certo. Tenho agora duas mudas de alecrim que começaram a manifestar os mesmos problemas. As plantas estão em uma floreira e o solo é novo (combinação de terra preta com substrato orgânico em pó, drenagem com argila expandida sob manta de bidim). Desde já, agradeço muito a atenção!

    • Olá, Beatriz. Tudo bom? Obrigada pelo seu depoimento, ficamos muito felizes de saber disto. Alecrim, lavanda, tomilho e outras plantas do Mediterrâneo geralmente secam na parte mais basal, é normal com o envelhecimento da planta. Estas espécies duram em média de 2-4 anos. Porém, se este secamento estiver acelerando rapidamente é sinal falta de sol ou/e excesso de água. Estas plantas precisam de no mínimo 5 horas de sol direto e diário. Abraços, Gabriela.

      • Beatriz disse:

        Muito obrigada, Gabriela! Vou tomar esses cuidados e acompanhar o desenvolvimento das minhas mudas. Abraço!

  17. Claudete Goncalves disse:

    Adorei as dicas sobre colheita, pois errei comeu manjericão. Senti falta de foto das tesouras, de poda e colheita. Abraço. Claudete

  18. Pingback: Como ter uma horta de temperos sempre bonita, vistosa e aromática

  19. jussara disse:

    boa tarde, adorei esse artigo. tenho uma dúvida, por quê não devo podar manjericão com a mão? grata.

    • Olá, Jussara. O risco de realizar uma poda errada com a mão é bem maior do que com a tesoura. Com as mãos você corre o risco também de abalar a raiz e o próprio galho da planta, impossibilitando o devido crescimento da planta. Atenciosamente.

  20. Boa noite! Eu adorei as dicas e ainda sou muito iniciante em plantio, principalmente porque planto em calçada e em um pedacinho dde quintal. Eu coloquei Ora-Pro-Nobis em um espaço de 2 metros de largura X 60 cm de altura X 30 cm de profundidade e elas cresceram MUITO, plantei as 6 estacas em Junho/2015 e hoje elas tomaram toda a minha mureta mais a grade acima e chegará. Até a grade do segundo andar. O objetivo era afastar as pessoas do bar ao lado que viviam se encostando na minha mureta para beber e conversar, atrapalhando de ver TV na sala. O objetivo foi alcançado mas agora não sei como podar. Sei que são comestíveis mas nunca tirei porque tem folhas de vários tamanhos e não sei quais tirar. Por alto, acredito que estejam com uns 4 a 5 metros de altura, nunca troquei a terra ou adubei por causa dos longos espinhos que possui na base, o que posso fazer? Como se poda? Elas deram algumas flores, geralmente em dias chuvosos que só duram 24 horas não mais que isso. É normal?

    Agradeço desde já a atenção.

    • Olá, Fabíola. Tudo bom? Que alegria receber sua dúvida. Você pode podá-la sem medo, o mais interessante seria usar estas folhas para cozinhar. Você pode fazê-las refogadas ou consumir cruas em saladas e sucos. Para podar você vai precisar de uma luva de jardinagem, para não se machucar com os espinhos, e de uma boa tesoura de poda. Pode o quanto achar necessário para diminuir a moita (ela é bem rústica e aceita bem a poda) e corte sempre acima dos nós (ramificações). Você pode escolher os galhos mais antigos, quais são aqueles com folhas mais verdes. Isto dará mais força a planta, porém retardará sua próxima floração. A flor da ora-pro-nóbis dura realmente pouco tempo, é normal surgirem rapidamente uma vez ao ano. Assim como suas folhas, as flores e frutos são comestíveis. Ela é uma planta que não precisa muito de adubação, se desejar, adube uma vez ao ano.

      Espero ter te ajudado. Atenciosamente, Gabriela.

  21. Aurora disse:

    meu pe de arruda ficou feio, todo amarelado, como fazer? tem que podar? como?

    • Olá, Aurora. Tudo bom? O amarelamento pode ser decorrente de excesso de água e falta de luminosidade. Você pode fazer uma poda de manutenção no pé, pode as extremidades e as áreas mais afetadas pelo amarelamento. Atenciosamente, Gabriela.

  22. Dorinha Pongeluppi disse:

    Adorei as dicas.!! Mas estou querendo comprar mudas de cebolete, pode me dar dica de onde encontrar? Desde já agradeço.

  23. anarindoalto disse:

    Olá!
    Moro em apartamento e plantei hortelã, manjericão e alecrim em vasos, de tamanho médio, de chão. Deixo perto da janela pois pega sol. Mas aqui no Sul chove muito essa época e meu manjericão murchou todo, eu podei ele deixando apenas 2-3cm acima do solo. Fiz certo? Ele vai voltar forte? Preciso regar com frequência?
    Minha hortelã também murchou e eu podei deixando uns 10cm do solo, devo cortar mais? E a rega?

    Já meu alecrim estava lindo e grande, e agora o caule está escurecendo, começou embaixo, agora está subindo, isso é normal?

    Obrigada
    aguardo sua resposta com ansiedade! hehe

    • Olá, Ana. Tudo bom? O seu manjericão murchou, provavelmente, por excesso de água mesmo. Você poderia ter cortado sim, porém agora é mais importante ainda controlar a rega. O solo do manjericão todo podado não pode receber muita água. Coloque o dedo com solo a uns 3 cm de profundidade, se estiver úmido, não regue mais. A hortelã pode ser até podada mais ainda, na altura do solo. Ela rebrotará mais forte. Nesta hora tome cuidado com a rega também, pois como a planta estará sem folhas não usará muito a água do solo. O alecrim é uma planta lenhosa e conforme vai crescendo seu caule se torna mais escuro e espesso. Isto parece algo normal, porém fique de olho. Qualquer dúvida entre em contato. Atenciosamente.

  24. Muito obrigada pelas dicas!
    Vou seguí-las e conto pra vocês se deu certo!
    Abraços!

  25. amandaourofino disse:

    Olá,
    Adorei o site e o post. Parabéns e muito obrigada!
    Eu tenho um pé de erva cidreira que coloquei em um vaso recentemente. Moro em Brasília e estamos no final do período da seca, e é seca mesmo, menos de 20% de umidade.
    Desde ontem a cidreira começou a ficar com as pontas das filhas pretas, como que ressecadas. Isso quer dizer que estou colocando pouca água? Devo fazer uma poda nela como essa que você indicou para o manjericão? Devo molhar com mais frequência até acabar o período da seca?
    Grata!!! 🙂

    • Olá, Amanda. Tudo bom? Seria Cymbopogon citratus a erva-cidreira que você tem em casa? Temos três espécies chamadas de erva-cidreira: melissa, capim-limão e erva-luisa.

      Atenciosamente

      • Olá,
        Não, não é o capim não. Acho que é a melissa. A filha é idêntica à essa aqui: http://hortas.info/sites/default/files/field/imagens/melissa/melissa004.jpg

        Aguardo seu retorno sobre a poda e como regá-la! Muito obrigada!!!
        PS: lá em cima, quis dizer “(…)das folhas pretas”, e não “filhas”.

      • Ah, não sei porque fica corrigindo pra “filha”. É FOLHA. Hahaha
        Muito obrigada!

      • Olá, Amanda. Não tem problema. O que deve estar acontecendo é falta de água. Geralmente as folhas se tornam assim mesmo: secas nas pontinhas. O ideal é você regar duas vezes ao dia, antes e depois do sol forte. A rega deve ser moderada, pois será duas vezes ao dia. Para ver a umidade do solo, cave um buraquinho com o indicador, uns 2 cm de profundidade, se estiver seco é a hora de regar. Vai fazendo este controle da camada mais profunda do solo e veja se este é o problema. Depois entre em contato conosco para nos falar se está dando certo. Atenciosamente.

  26. j.Edgard disse:

    Olá!!!
    Obrigado pelas ótimas explicações em “Hora da poda e colheita: cuidados necessários”.
    Estou montando uma mini horta aqui em casa e estou tendo dúvidas quanto a fazer podas e tirar mudas do orégano e da camomila, pode me ajudar nesse sentido?

    • Olá, Edgard. Que alegria saber que você gostou. A poda da camomila pode ser feita igual a da salsinha, logo embaixo. Já o orégano pode ser podado igual ao manjericão, ou seja, mais próximo do final do ramo. A camomila se reproduz apenas por sementes, já o orégano pode ser por semente ou estaquia. Atenciosamente, Gabriela.

  27. Kênia disse:

    Oi, boa noite! Qual o perigo da adição de adubo químico em plantas comestíveis como salsa, cebolinha, couve e frutas como acerola e pitanga? Plantei essas mudas no meu jardim, mas elas não estão bonitas… Grata.

    • Olá, Kênia. Tudo bom? Os produtos químicos, como adubos, pesticidas e inseticidas, são tóxicos a saúde. O manejo em casa é sempre mais arriscado, pois pode causar intoxicação. O que indicamos é utilizar produtos orgânicos, que não fazem mal à saúde.
      Os adubos orgânicos indicados são bokashi, torta de nim, húmus de minhoca e composto orgânico.
      Atenciosamente.

  28. Gabriel M. K. disse:

    Ola, fiquei fascinado com o post, incrível, sou apaixonado por plantas e tenho um manjericão e cuido dele já faz 2 meses, fiquei muito feliz por ele ter começado a florir 5 dias atrás, mas tenho dúvidas sobre se devo deixar as flores morreram ou devo podar o ramo enquanto estiverem floridas, se causaria algum mal não podar o ramo com as flores?
    Obrigado pela atenção.

  29. Camila disse:

    Olá, meu manjericão secou do início do inverno pra cá. Como é a primeira vez que planto e ele estava lindo, gostaria de saber se é assim mesmo e depois volta a crescer ( como se fosse uma época em q secam pr depois voltar) ou se realmente morreu. Obrigada.

  30. Raquel disse:

    Olá. Estou planejando plantar alguns temperos. Qual é o tempo de vida em média de temperos, quero começar com cebolinha, salsa, manjericao, coentro. A partir de quanto tempo posso começar a usar as folhas?

    • Olá, Raquel. O tempo de vida da salsinha, cebolinha e coentro é um pouco mais curso que o do manjericão. Estas primeiras duram entre 6 meses a 1 ano, já o manjericão pode viver até 2 anos. A colheita dependerá de diversos fatores ambientais, principalmente a temperatura e disponibilidade de sol. No inverno os temperos se desenvolvem mais lentamente, mas em torno de 60-90 dias. Atenciosamente.

  31. ana disse:

    Oi, adorei as dicas, mas ainda tenho algumas duvidas. Já tive manjericao em vaso mas eles acabam morrendo e acho que nao estou podando certo. Acabei de comprar outra muda e agora gostaria de saber se começo a colher as folhas de cima ou as maiores, as de baixo? Se eu colher sempre os brotos terei apenas folhas pequenas para o consumo e as de baixo secarão. E é aconselhavel replantar o pé numa terra nova? Obrigada.

    • O primeiro passo é fazer o transplante desta muda que você comprou, provavelmente ela está em um recipiente apenas com terra. Se você digitar drenagem na busca do blog, você encontrará o passo a passo deste procedimento. O manjericão pode acabar morrendo se não tiver no mínimo 4 horas de sol direto e diário e também se a rega for excessiva. O excesso de água faz as folhas amarelarem e caírem. Você deve podar dois nós para baixo do final do ramos, podando sempre acima de cada nó, sem atingir as folhinhas pequenas que ficam na lateral de cada ramificação. Se ainda ficou alguma dúvida, nós escreva. Atenciosamente.

  32. Pingback: 9 Maneiras de Fazer o Controle Ecológico de Pragas na sua Horta | Viveiro Orgânico de Ervas e Temperos Sabor de Fazenda

  33. Pingback: Como ter uma horta de temperos sempre bonita, vistosa e aromática | Viveiro Orgânico de Ervas e Temperos Sabor de Fazenda

  34. Carol S. disse:

    Olá, gostaria de saber o motivo das ervas não poderem ser colhidas com as mãos. O alecrim utilizo uma tesoura pelo galho ser mais duro, mas o manjericão sempre colhi com a mão por ser de fácil retirada. Belo post e obrigada pelas informações!

    • Olá, Carol! Tudo bom? É importante a colheita ser realizada com uma tesoura, pois assim é mais fácil de acertar o ponto certo de poda e não abalar nem as folhinhas que crescem ao lado do ramo podado, nem as raízes. Ficamos felizes de saber que você gostou do nosso post. Atenciosamente.

  35. Pingback: Nosso queridinho da horta: o manjericão | Viveiro Orgânico de Ervas e Temperos Sabor de Fazenda

  36. Dirlene Rezende disse:

    Olá estou começando minha mini horta agora e estou com duvidas quanto a momento de colher e como tratar dela corretamente a cebolinha é que mais me preocupa, se puderem me ajudar agradeço

    • Olá, Dirlene. A hora da colheita se torna sensitiva, não tem muito uma regra certa para ervas e temperos, a partir do momento que a planta tiver uma boa quantidade de folhas você já pode colher. É a poda feita pela colheita que vai permitir que a planta se desenvolva melhor, então não tenha medo. Porém, quando falamos em hortaliças já temos um padrão para cada tipo, por exemplo, alfaces podem ser colhidas a partir de aproximadamente 60 dias após a semeadura. Quando a cebolinha estiver com uns 20 cm de altura você já pode colher, corte uns dois dedos acima do solo. Te esclarecemos suas dúvidas?

  37. Ailton Dias disse:

    oi amei seu blog , e estou desesperada atras de semente ou mudas de cebolete mais nao encontro em lugar nenhum do brasil, pode me ajudar por favor……….?

    • Olá, Ailton. Nós temos mudas de cebolete à venda. Você pode fazer a compra aqui no viveiro (Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo) ou solicitar um orçamento para enviarmos pelo correio (no mínimo 18 mudas, sortidas ou não, por caixa). Caso tenha interesse, mande um e-mail para o pessoal do atendimento no sabordefazenda@sabordefazenda.com.br solicitando orçamento. E obrigada pelo carinho. Atenciosamente, Gabriela.

      • Eunice Nogueira disse:

        Boa tarde. Por favor expliquem – me como faço para colher salsa do vaso pequeno e deixar as raízes para voltarem florir? Obrigada.

      • Eunice, você pode fazer uma poda três dedos acima do solo. Só precisa tomar cuidado para não cortar o “olho” da planta (folhas bem pequenas que ficam no centro da touceira). A salsinha rebrota por volta de 3-4 vezes. Deixe sempre no sol, no mínimo 4 horas direta. Atenciosamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s