PANC: Plantas Alimentícias Não Convencionais

Olá, pessoal!!! Tudo bem com vocês?

Hoje vamos falar sobre um assunto muito muito legal e que nós aqui da Sabor de Fazenda estamos vivenciando há um tempo….as PANCs, plantas alimentícias não convencionais.

O que pode ser considerado uma PANC? 

São plantas que encontramos facilmente e que a maioria das pessoas não se dá conta da sua função alimentar. Muitas são consideras matos espontâneos, ou seja, plantas que crescem espontaneamente nos nossos quintais, quais temos a mania de considerar daninhas e retirar sem qualquer utilização posterior. Também podemos considerar algumas plantas PANCs algumas plantas comuns, como a bananeira (Musa x paradisiaca), pois acabamos restringindo o seu consumo a apenas uma parte (o fruto maduro), sendo que as demais são renegadas, como os mangarás (corações ou umbigo) e os frutos verdes. Portanto, plantas com funções alimentícias não conhecidas pela maioria e partes não usuais podem classificar uma planta como uma PANC.

Este tema não é novo, o uso destas plantas já vem sendo registrado e incentivado por muitas pessoas, como nós aqui da Sabor de Fazenda, o renomado Prof. Dr. Valdely Kinupp, Neide Rigo do blog Come-se e a culinarista Neka, atingindo atualmente a alta gastronomia, como através do chef Alex Atala, do restaurante D.O.M. Este assunto é recorrente nos últimos anos, porém neste mês ele tomou seu lugar de destaque com o lançamento de um livro inteiramente dedicado a estas plantas queridinhas!!! O livro é Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil dos autores Valdely Kinupp e Harri Lorenzi.

©Sabor de Fazenda

©Sabor de Fazenda

O lançamento oficial foi realizado durante o II Simpósio de PANCs, no Jardim Botânico Plantarum, em Nova Odessa, no último dia 08. Tivemos o prazer de participar deste dia delicioso dia, inteiramente dedicado a estas plantas.

O Simpósio deste ano contemplou as seguintes palestras, além da palestras de lançamento do livro com Harri Lorenzi:

  • Experiência do uso de PANCs na alta gastronomia – chef Andrew Bushee;
  • Experiência da introdução e cultivo de PANCs em Santa Catarina – Eng. Agr. Amaury Junior;
  • As plantas PANCs mais espetaculares – Dr. Valdely Kinupp;
  • A introdução e cultivo de plantas PANCs no Brasil pela Embrapa – Dr. Numo Madeira.
©Jardim Botânico Plantarum

©Jardim Botânico Plantarum

Apesar de o viveiro já trabalhar há um tempo com plantas não convencionais e matos espontâneos, algumas conhecimentos nos surpreenderam. Durante a palestra do chef Andrew Bushee descobrimos que a urtiga é uma planta comestível, sendo que suas folhas podem ser consumidas em diferentes pratos, desde que seja feito o prévio branqueamento destas, podemos fazer risoto e até nhoque de urtiga.

Ficamos encantados com a apresentação do Eng. Agr. Amaury Junior (EPAGRI), sobre alimentos nutracêuticos, ou seja, alimentos com poder terapêutico, dos quais muitos são plantas não convencionais. Ficamos surpreendidos com a descoberta de uma planta chamada salicórnia (Sarcocornia perennis), da qual é possível produzir um fito-sal que possui um baixíssimo percentual de sódio, com menor proporção de Na/K, rico em lipídios poli-insaturados, como ômega 6 e 3!!! Também pudemos conhecer o grande potencial da inulina, frutose presente em algumas espécies, principalmente no tubérculo do tupinambo (Helianthus tuberosus). O pessoal da EPAGRI comprovou em estudos que a inulina proporciona melhoria das funções intestinais e aumento na absorção de minerais, tornando-se um importante nutracêutico. O destaque também ficou por conta da nossa sempre queria ora-pro-nóbis (Pereskia sp.), qual possui alto teor de proteína, em torno de 25% (!), e apresenta uma incrível versatilidade (e sabor) na cozinha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além das palestras, houve um delicioso café da manhã e almoço compostos com PANCs, alguns pratos foram: geleia de araça-boi (Eugenia stipitata), pão de ora-pro-nóbis (Pereska acuelata) com geleia, pão de tupinambor (Helianthus tuberosus), salada com flores de astromélia (Alstroemeria caryophyllaea) e malvavisco (Malvaviscus arboreus), salada de góia (Momordica charantia), arroz de clitória (Clitoria ternatea), arroz com fruta pão (Artocarpus camansi), refogado de ora-pro-nóbis (Pereskia acuelata), entre outras delícias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O livro das PANCs pode ser adquirido no próprio site da editora Plantarum e está em promoção durante estes dias. Nele contém 351 espécies de plantas consideradas PANC, sendo que cada uma delas vem com fotos para identificação, dados botânicos, uso geral e culinário e (claro) três receitas deliciosas. Este é um livro que vale muito a pena ter em casa, ou melhor, na cozinha! Ele é fruto de um intenso estudos dos dois grandes autores, Valdely Kinnup e Harri Lorenzi.

Pessoal!!! Esperemos ter plantado em vocês a sementinha do uso (e valorização) das plantas não convencionais. Sintam-se a vontade para comentar se usam ou não algumas destas plantas. Ainda surgirão muitos posts com este tema por aqui, para ver nosso post falando sobre alguns matos espontâneos comestíveis cliquem aqui.

Venham nos visitar aqui no viveiro ou nas nossas feiras (Modelódromo e Parque da Água Branca) e conheçam nossas PANC!


*Dia 04/fevereiro/2017 (9h00 – 13h30), teremos uma nova turminha do curso PANC: do cultivo ao uso culinário. Informações: (11) 2631-4915.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo

Sobre Sabor de Fazenda

Somos um viveiro orgânico de ervas e temperos situado na Vila Maria, São Paulo. Oferecemos mais de 90 espécies de mudas de ervas e temperos orgânicos e uma série de atividades, como cursos para crianças e adultos, que se encantam ao aprender o valor e os benefícios de cada planta e a delícia de fazer seu próprio jardim de ervas.
Esse post foi publicado em matos espontâneos, PANC, plantas alimentícias não convencionais, plantas daninhas e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

28 respostas para PANC: Plantas Alimentícias Não Convencionais

  1. Olá legal, eu na verdade estou buscando implementar isso aqui na minha pequena propriedade porém com terras boas para o cultivo. Tenho muito interesse em poder seguir os passos de voces, queria uma ajuda, na verdade uma consultoria, saber o valor do livro, saber se é possível produzir as pancs como uma verdura qualquer, se o processo é parecido ou não. Enfim estou aberto a conversação e parceria se vocês se propuserem. Foi muito bom e adorei a pública e parabéns para vocês todos do sabor da fazenda. Abs Pedro.

    • Olá, Pedro. Tudo bom? Que bom que nos encontrou. Para consultorias e disponibilidades de livros, por favor, mande um email para a Karina (sabordefazenda@sabordefazenda.com.br)ou ligue no (11) 2631-4915. Ela te passará todas as informações. Abraços, Gabi.

  2. Pingback: PANC = Plantas Alimentícias Não Convencionais. | Maryworks

  3. Gabriela disse:

    Olá, sou estudante de biologia e estou tendo uma matéria em meu curso que aborda o tema panc, tenho um projeto a entregar e gostaria de saber se o Cipó de São João faz parte dessas plantas…
    Muito obrigada

  4. Olá, ganhei 2 vasinhos de panc (um peixinho e uma capuchinha) e gostaria de aumentar minha hortinha. Vocês enviam mudinhas ou sementes pelo correio, moro no interior de São Paulo.
    Silvia Mazinini

  5. rozimere silva disse:

    Olá! Tenho me interessado muito pelas pancs. Me lembro de quando era pequena lá em Minas e comia Ora pro nobis, taioba, serraia, broto de bambu, umbigo (coração) de banana, broto de samambaia… e quero cultivar alguns tipos. Vocês vendem?

  6. Ivone Mattos Pereira Rossi disse:

    OLÁ, Estou fazendo parte de uma ONG. Jardim Comesíivel, A nosso Missão salvar vidas!! Com o projeto voltado para implantar hortas orgânicas, captação de àgua de chuva,compostagem com reaproveitamento de casca de legumes, frutas,e luz solar. etc!!!!!
    Gostaria de ter mais conhecimento das Plantas PANC, e Orgânicas.

    Abraço.
    Ivone M.P. Rossi

  7. Maria lucia disse:

    Gostaria de saber o preço do livro via sedex obrigado

    • Olá, Maria Lúcia. Tudo bom? O orçamento pode ser feito através do sabordefazenda@sabordefazenda.com.br. Neste e-mail nos mande seu cep e livro de interesse. Atenciosamente, Gabriela.

      • Maria lucia disse:

        Obrigada pela atenção dispensada a minha pessoa mas vou deixar o livro para mais adiante pois estou começando agora ter interesse agora pelas plantas panc portanto não conheco quase nada de planta panc e onde moro não conheço ninguém queossa me ajudar mas vo que vocês vendem mudas gostaria de saber como faço para comprar de onde vem as mudas de onde vocês são obrigada

  8. Mauri Nogueira disse:

    Fale nos sobre a tarde ti. Não sei se escrevi correto.

  9. Pingback: LINKS PARA UMA VIDA MELHOR | Pensei que nunca amaria novamente até te encontrar e perceber que nunca havia amado antes!

  10. Daniel GS disse:

    Ola

    Qual seria o livro sobre PANCs a comprar para uso na europa??
    agradecido

  11. wanderlea de Jesus disse:

    Olá, como posso adquirir a planta sarcorcónia ou mesmo o sal dessa planta ,onde comprar

  12. Lena Ciasca disse:

    Por favor, eu sou de Campinas e queria mudas dessas plantas. Vcs sabem se por aqui tem algum produtor? Vocês têm mudas?

  13. Clarice disse:

    olá! vcs vendem mudas eu sementes da Sarcocornia perennis? gracias!

  14. Gostaria de saber como faço para adquirir esses livros

  15. Pingback: Dica de Passeio: Jardim Botânico Plantarum | Viveiro Orgânico de Ervas e Temperos Sabor de Fazenda

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s